VoltarTodos os artigos
João Fins
Revisto por João Fins
João Fins

Licenciado em Economia e com experiência em finanças pessoais. Como redator no Portal do Crédito, tenho a missão de ajudar esclarecer as dúvidas mais comuns dos nossos leitores, no que aos diferentes tipos de crédito diz respeito.

Tipos de Financiamento Automóvel: Como Pedir

Em Portugal existe imensa procura por financiamento automóvel.

Por isso, é normal que no mercado haja diversas tipologias possíveis para fazer face às necessidades orçamentais dos agregados familiares portugueses.

Assim, neste artigo vamos-lhe explicar como funciona um financiamento automóvel, quais as tipologias mais viáveis, assim como os requisitos que precisa de cumprir para obter um crédito aprovado.

Caso já saiba que tipo de empréstimo automóvel precisa, então leia o nosso artigo “Melhor Crédito Automóvel 2022: Saiba Onde Encontrar” para poder obter o melhor negócio possível para a sua carteira!


Portal Do Crédito

Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

Um crédito automóvel é um tipo de empréstimo financeiro que visa financiar a compra de um veículo.

Os veículos podem ser novos ou usados, a combustão ou elétricos e atualmente o financiamento em grande parte das entidades é a 100%.

Porém, existem diversas particularidades e tipologias que temos de ter em atenção – para conseguir o financiamento do veículo mais acessível.

Portal Do Crédito

Ainda não tem a certeza que um crédito automóvel tradicional é o caminho certo a seguir?

Então saiba, neste capítulo, as várias modalidades de financiamento automóvel que existem atualmente em Portugal.

leasing trata-se de uma cedência temporária de uma viatura ao cliente (usualmente entre 12 a 96 meses) por parte de uma entidade financeira, tendo como troca o pagamento de um valor mensal com prazos alargados.

No fim do contrato pode haver troca de veículo sem que a mensalidade se agrave, ou poderá optar pela aquisição efetiva do bem, pagando o valor residual.

  • Bom para Particulares
  • Pode Comprar o Veículo
  • Mensalidade Mais Baixa
  • Possibilidade de Renovação
  • Paga os Impostos Normais
  • Manutenção Obrigatória na Marca

Já o renting trata-se de um aluguer de uma viatura (12 a 72 meses) em troca do pagamento de um valor mensal mais elevado do que no leasing.

Este tipo de financiamento encontra-se limitado a um período e a uma quilometragem estipulada à data da celebração do contrato.

Já se ultrapassar os limites de utilização temporais e físicos poderá ter penalizações pesadas.

No fim do contrato não pode ficar com um carro.

Ora se tenho uma mensalidade mais alta e no fim não posso ficar com o carro, qual é a grande vantagem?

A verdade é que na realidade a mensalidade poderá ficar muito em conta!

Isto porque o cliente beneficia igualmente de um conjunto de serviços associados “gratuitos”:

  • Manutenção;
  • Seguros;
  • Assistência de Viagem;
  • Pagamento de Impostos;
  • Pneus;
  • Viatura de substituição.
  • Bom Para Empresas
  • Sem Custos Manutenção
  • Renovação frequente de Veículo
  • Livre de Preocupações
  • Nunca será o Proprietário
  • Quilómetros Limitados
  • Limite 72 Meses
  • Mensalidade Mais Alta

Vamos a um exemplo!

Veiculo: Peugeot 208 usado.

Duração Quilómetros/ano Prestação Mensal Pagamento Total
36 Meses 20.000 km/ano 328€ 11.808€
36 Meses 40.000 km/ano 396€ 14.256€
24 Meses 20.000 km/ano 330€ 7.920€
24 Meses 40.000 km/ano 409€ 9.816€
18 Meses 20.000 km/ano 327€ 5.886€
18 Meses 40.000 km/ano 399€ 7.182€
Dados fornecidos pela LeasePlan em Maio de 2022

Como podemos ver nesta tabela, os preços a pagar pelo aluguer poderão variar bastante, não conforme a duração do contrato, mais sim conforme os quilómetros contratualizados com a empresa.

Relembramos que estes valores poderão mais que duplicar se falarmos de automóveis de gama mais alta!

O Aluguer de Longa Duração de Automóvel (ALD) é uma solução de financiamento que permite ao cliente utilizar uma viatura durante um período de tempo.

Em troca terá um pagamento de um valor mensal atrativo, podendo ajustar o mesmo ao seu orçamento.

Contudo, o cliente será sempre obrigado a comprar o veículo aquando do terminus do contrato, não tendo opção de escolha – ao contrário do leasing.

Sabia Que:

Segundo o Banco de Portugal, os contratos ALD são dos menos utilizados, e de Janeiro de 2021 para Janeiro de 2022 caíram mais de 40%

Um crédito pessoal sem finalidade é uma solução que poderá fazer pouco sentido – contudo, sendo uma opção, falaremos dela.

Uma vantagem era o facto ter direito ao financiamento a 100%, contudo num crédito automóvel tradicional isso já acontece.

A outra vantagem era por ser um crédito bastante fácil de se conseguir, com tempos de aprovação igualmente rápidos.

No entanto, mais uma vez, os créditos (automóveis) já apresentam prazos de financiamento de 48h úteis.

Para juntar a isto… existe uma grande desvantagem.

Como o crédito não tem finalidade, as taxas de juro são superiores. Logo, irá pagar em juros um valor muito superior à sua alternativa direta – um crédito automóvel.

Vamos a um exemplo?

Entidade Financeira: Cofidis

Financiamento: 20.000€

Tipologia Prazo Pagamento TAEG Prestação Mensal MTIC
Crédito Sem Finalidade 48 Meses 11,5% 507,10€ 24.692,80€
Crédito Automóvel 48 Meses 8,7% 483,47€ 23.558,56€
simulação feita no simulador da cofidis em maio de 2022

Como podemos ver, existe uma diferença de 23,63€ a mais por mês ao selecionar um crédito pessoal sem finalidade para adquirir um veículo.

O que se traduz num crédito mais caro em 1.134,24€ num prazo de 4 anos.

Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC) determina a quantia total que terá de pagar pelo crédito e corresponde à soma do montante total do empréstimo (capital) mais os custos associados ao crédito (juros, comissões bancárias, impostos e outros encargos).

Quando falamos de reserva de propriedade no crédito automóvel significa que o veículo que queremos comprar será também a nossa forma de garantia para com o banco ou instituição financeira.

No decurso de um contrato de crédito automóvel com reserva de propriedade, será sempre o proprietário do automóvel.

Assim, caso haja incumprimentos, para garantir o reembolso do crédito, o banco regista na conservatória competente um direito sobre o automóvel – a chamada “reserva de propriedade”.

Saiba qual o melhor crédito no mercado nesta tipologia aqui!

Sabia Que:

Segundo o Banco de Portugal, os contratos com e sem reserva de propriedade têm vindo a aumentar, tendo aumentado mais de 20% de Janeiro de 2021 para Janeiro de 2022.

Neste caso, como não há reserva de propriedade, a instituição financeira pode optar por solicitar outras garantias como, por exemplo, uma fiança.

Portal Do Crédito

Existem duas formas de pedir um financiamento automóvel.

Tratar do assunto presencialmente com uma entidade bancária ou noutro tipo de instituição financeira, ou então tratar tudo via online.

Se optar pela segunda opção, irá com certeza aumentar as hipóteses de encontrar um crédito automóvel mais barato.

Isto porque muitas entidades e intermediárias financeiras, que presentam boas propostas, apenas atuam via online.

Mas afinal como posso solicitar um crédito?

Cada entidade financeira tem o seu método, porém, de uma forma geral terá de:

  • 1. Preencher um formulário online, no qual simula o montante e o prazo de pagamento do empréstimo a contrair;
  • 2. Inserir os seus dados pessoais;
  • 3. Finalizar o seu pedido (sem compromissos).

Posto isto, obterá em menos de 24 uma aprovação ou recusa do seu crédito.

Se for positiva, terá de conferir todos os dados e assinar digitalmente.

Após receber a documentação, a entidade irá transferir o dinheiro para a sua conta bancária no espaço de 24 a 48 horas úteis – dependendo da entidade financeira selecionada.

Antes de solicitar empréstimo para comprar carro, um dos nossos conselhos é que analise cuidadosamente o seu orçamento e a sua taxa de esforço mensal (calcular aqui).

Esta taxa é a percentagem do rendimento mensal alocada ao pagamento de créditos.

Por norma, a taxa de esforço não deverá ser superior a 35%, apesar de alguns bancos aceitarem perfis até 40%.

Se já se encontra a pagar outros créditos, procure primeiro perceber em quanto agravará a sua taxa de esforço se solicitar mais um.

Porquê?

Dificilmente alguma entidade bancária lhe irá emprestar dinheiro se a taxa for demasiado alta.

Caso, essa seja a razão para um possível rejeição do seu pedido de crédito poderá sempre solicitar um crédito consolidado!

Este tipo de crédito permite juntar todos os seus créditos ativos num só pagamento, e com uma prestação mensal mais baixa.

Saiba como, aqui!


Portal Do Crédito

Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

Os documentos solicitados são, por norma, os seguintes:

  • Cartão de Cidadão;
  • Número de Identificação Fiscal;
  • Última declaração de IRS (se for trabalhador por conta própria);
  • Três últimos recibos de vencimento (se for trabalhador por conta de outrem);
  • Comprovativo de Pensão (se for reformado)
  • Comprovativo de morada;
  • Comprovativo de IBAN.

Caso seja aprovado poderá ter de apresentar um comprovativo de compra (fatura pró-forma da venda do automóvel).

Um empréstimo automóvel sempre foi um crédito bastante utilizado pelos portugueses.

Por isso, é normal que as entidades financeiras acabem por disponibilizar diferentes alternativas de financiamento para conseguirem angariar clientes face à concorrência.

Sabia Que:

Segundo um Relatório do Banco de Portugal, em 2020 foram concedidos mais de 211 milhões de euros mensais em crédito automóvel. O que significa em média foram realizados 14.905 contratos mensais.

Contudo, existem diversas particularidades que devemos analisar nos contratos para sabermos que selecionamos a melhor opção possível.

Os pontos em análise serão sempre a TAEG, o MTIC, as comissões e encargos iniciais, taxas de amortizações entre outros.

Isto porque o que à primeira vista é um bom negócio, no final poderá ser um pesadelo e acabar por sair um empréstimo mais caro do que inicialmente contava.

Faça diversas simulações e/ou entre com contacto com intermediárias de crédito creditadas pelo Banco de Portugal (consulte aqui a lista).