Guia do Crédito

Mapa de Responsabilidades do Banco de Portugal: o que é e como obter

mapa de responsabilidades do banco de portugal

O Mapa de Responsabilidades do Banco de Portugal é um documento que reúne todos os seus créditos, em todos os bancos. Cada cidadão que possua um cartão de crédito ou que tenha contraído um empréstimo superior a 50 euros, tem um Mapa de Responsabilidades de Crédito.

Este é um documento, aliás, que as entidades bancárias exigem para dar início à contratação de um crédito, seja ele um crédito habitação, um crédito pessoal, um crédito consolidado.

Como funciona o Mapa de Responsabilidades do Banco de Portugal

O seu Mapa de Responsabilidades do Banco de Portugal encontra-se disponível para consulta na Central de Responsabilidades de Crédito (CRC), mais conhecida por lista negra do Banco de Portugal.

A CRC, por sua vez, é uma base de dados gerida pelo Banco de Portugal, que agrega a informação de crédito de todos os cidadãos – sejam os empréstimos contraídos, sejam os potenciais, como o plafond de um cartão de crédito, por exemplo.

A informação que consta nesta base é enviada mensalmente pelas instituições financeiras ao Banco de Portugal.

Para que serve a Central de Responsabilidades de Crédito?

Antes de lhe conceder um crédito, a entidade bancária precisa de informação sobre o risco que estará a assumir ao emprestar-lhe dinheiro. Ao consultar a CRC, os bancos têm acesso ao seu Mapa de Responsabilidades do Banco de Portugal, podendo, assim, avaliar em rigor se terá capacidade ou não para contrair mais um empréstimo, avaliando a taxa de esforço.

Recordamos que, se quem solicita o crédito tiver o “nome sujo” na CRC – isto é, se estiver numa situação de incumprimento para com os credores -, então será impossível a concessão de novo crédito por parte de qualquer entidade bancária. Esta é uma imposição legal e não uma decisão arbitrária dos bancos.

banco de portugal

Quais as informações que constam do Mapa de Responsabilidades?

1. O nome da entidade que concedeu o crédito

2. O nível de responsabilidades: que representa a tipologia do produto e o número de titulares associados ao mesmo

3. O tipo de produto financeiro: que tipo de crédito contraiu (crédito pessoal, crédito habitação, crédito automóvel, cartões de crédito)

4. O prazo original: o prazo inicial acordado para o pagamento total do crédito

5. O prazo residual: indica o período (em anos e meses) que faltam para que o valor total seja liquidado

6. A situação de crédito: que representa o estado do crédito, que pode ser:

  • Potencial – valor que está autorizado a utilizar
  • Regular – o montante que está a ser utilizado
  • Vencido – o valor que se encontra em dívida e o tempo de atraso
  • Renegociado – numa situação de incumprimento, é comum que o titular do crédito opte por renegociar a divida com a entidade credora
  • Abatido ao Ativo – quando já houve renegociação do valor e o titular não tem como pagar os valores em aberto

7. A duração de incumprimento: caso exista

8. O valor da prestação mensal

9. As garantias dadas sobre o empréstimo: a título de exemplo, um imóvel ou um depósito a prazo

Como obter?

Além das instituições financeiras, também os particulares podem consultar o seu próprio Mapa de Responsabilidades de Crédito. Siga o nosso guia passo a passo:

1. Aceda à página da Central de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal

2. Leia e aceite as condições

3. Escolha uma data (mês e ano) para consulta dos seus créditos

4. Autentique-se com o seu cartão de cidadão ou com os seus dados do Portal das Finanças

5. O download do seu Mapa de Responsabilidades começará automaticamente

6. Para o visualizar, basta clicar para abrir o ficheiro.

Dicas importantes

Consulte o seu Mapa de Responsabilidades do Banco de Portugal de 6 em 6 meses, pois ninguém está livre de um erro técnico. Recordamos que se constar da “lista negra” por uma eventual situação de incumprimento terá dificuldade até em solicitar um cartão de crédito.

Além disso, se verificar que o seu Mapa de Responsabilidades de Crédito possui informação incorreta, deve dirigir-se ao banco responsável pelo erro e solicitar a respetiva correção. Tal como referimos acima, a informação que consta deste documento é da exclusiva responsabilidade das instituições financeiras que concedem crédito, e que comunicam, todos os meses, essa informação ao Banco de Portugal.

Partilhamos ainda que a informação sobre as responsabilidades de crédito é guardada na CRC durante um período temporal máximo de 5 anos.

Está a pensar em contratar um crédito? Faça a sua simulação de crédito sem compromissos e descubra qual o crédito pessoal, consolidado ou habitação mais vantajoso para si.

Artigos relacionados

[adinserter block="2"]
Viviane Soares
Viviane Soares é redatora e editora, com mais de três anos de experiência na escrita de artigos de finanças pessoais. No Portal do Crédito, tem como principal objetivo disponibilizar a melhor informação sobre financiamento, de forma prática e acessível.