VoltarTodos os artigos
João Fins
Revisto por João Fins
João Fins

Licenciado em Economia e com experiência em finanças pessoais. Como redator no Portal do Crédito, tenho a missão de ajudar esclarecer as dúvidas mais comuns dos nossos leitores, no que aos diferentes tipos de crédito diz respeito.

Simulador Taxa de Esforço – Quanto Posso pedir?

Simulador Taxa Esforço

Apesar de não haver uma taxa de esforço máxima linear entre as entidades financeiras, ao calcular a taxa de esforço no nosso simulador poderá, em antemão, saber qual a probabilidade do seu crédito ser aprovado.

Assim, neste artigo vai poder saber quais as taxas ideais para uma aprovação de crédito e obter dicas de como reduzir a sua taxa com sucesso.

Two columns
Vertical
Horizontal

Simulador Taxa de Esforço

Resultados da Simulação

{{ item.label }} {{ item.converted }}

Your service request has been completed!

We have sent your request information to your email.
Issued on: {{ $store.getters.getIssuedOn }}
Payment method: {{ $store.getters.getPaymentType }}
{{ item.label }}: {{ item.converted }}

Já sabe qual a sua taxa de esforço? Então vamos saber o que significa:

Portal Do Crédito

🟢 Taxa de Esforço inferior a 30% — Saudável

  • Significa que a relação do esforço entre os seus rendimentos e os seus encargos mensais estão equilibradas;
  • Em caso de solicitação de crédito, quase garantidamente que terá o seu pedido aprovado.

🟡 Taxa de Esforço entre 30 – 40% — Preocupante

  • Significa que a relação do esforço entre os seus rendimentos e os seus encargos mensais poderão se encontrar pouco saudáveis;
  • Em caso de solicitação de crédito, apenas algumas entidades ainda lhe irão aprovar o crédito.

🔴 Taxa de Esforço + 40% — Critico

  • Significa que a relação do esforço entre os seus rendimentos e os seus encargos mensais estão seriamente comprometidas;
  • Em caso de solicitação de crédito, as entidades financeiras irão reprovar o seu crédito.

A sua taxa de esforço não é a ideal? De seguida mostraremos formas de a reduzir e tornar o seu orçamento familiar mais saudável.

Portal Do Crédito

Ao inicio poderá parecer difícil conseguir baixar os seus encargos.

Porém, não estamos perante uma missão impossível.

Existem diversas formas de ajustar e baixar o seu orçamento familiar por forma a tornar as suas finanças mais saudáveis, tais como:

  • Renegociar o Crédito
  • Amortizações de Dívida
  • Rever Coberturas de Seguros
  • Consolidar os Créditos

Caso tenha um crédito de um valor bastante elevado, pode sempre entrar em contacto com a sua entidade financeira.

Tente renegociar novos prazos de pagamento, formas de baixar o spread e as taxas de juro, ou mesmo pedir um período de carência.

Caso tenha alguma poupança de lado, pode sempre amortizar créditos que tenha em vigor.

Com isso poderá baixar a sua prestação mensal ou mesmo saldar a sua dívida, significando assim uma diminuição da sua taxa de esforço atual.

Identifique todos os seus seguros ativos e analise as apólices e coberturas dos mesmos.

Veja se existem pontos que realmente não sejam necessários estarem cobertos e que possam ser retirados do seu seguro.

Após isso entre em contacto com as suas seguradoras e faça novas simulações para conseguir baixar o que paga atualmente.

Por vezes, ao juntar todos os seus seguros na mesma segurada poderá conseguir criar uma poupança real

Outra forma de baixar a sua taxa de esforço mensal é através de um crédito consolidado.

Ou seja, se tiver vários créditos ativos, poderá solicitar um crédito consolidado, onde no fundo irá juntar todos as suas prestações numa só.

Vantagens? Com um prazo de pagamento maior poderá baixar a sua prestação mensal até 60% do que paga atualmente.

Interessado em saber mais sobre créditos consolidados e onde arranjar o melhor para a sua carteira? Então leia o nosso artigo de Crédito Consolidado!

Vamos considerar que, por necessidade, contraiu um crédito automóvel, um crédito pessoal para fazer obras em casa e lida com as despesas do dia a dia recorrendo a cartões de crédito.

Neste cenário, a sua taxa de esforço simples é de 50%, ou seja, uma taxa considerada muito elevada.

Com um crédito consolidado:

Antes: 3 Créditos = Taxa de esforço 50%

Depois: 1 Crédito = Taxa de esforço 30%

Ao reduzir a mensalidade, reduz automaticamente a sua taxa de esforço – o que lhe garante uma margem de poupança mensal bastante significativa.


Portal Do Crédito

Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

A taxa de esforço é a relação entre os encargos financeiros e os rendimentos líquidos mensais de um dado agregado familiar.

Para que serve?

A taxa de esforço para além de ser um indicador crucial para as entidades financeiras avaliarem o risco de uma solicitação de crédito, é também um barómetro da sua saúde financeira.

Assim, podemos afirmar que, quanto maior for a sua taxa de esforço, maior será o risco para a instituição e mais juros terá de pagar.

Já a partir de uma percentagem mais elevada o provável será ver mesmo o seu crédito recusado.

Apesar de se falar na taxa de esforço como um conceito de definição única, importa saber que existe duas formas de se calcular a taxa de esforço.

A taxa de esforço simples é um indicador calculado apenas com os rendimentos líquidos e prestações financeiras mensais.

Depreende-se daqui que, a abordagem simples tem apenas em consideração os seus encargos com créditos.

Total de Prestações Financeiras / Rendimento do Agregado Familiar * 100

Apesar de se falar mais frequentemente na abordagem simples, os credores vão ter em consideração a taxa de esforço corrigida quando analisam o seu pedido de crédito.

Nesta simulação vão incluir, além das prestações financeiras mensais, as despesas do dia-a-dia, tais como:

  • Despesas com água, luz, gás;
  • Despesas com filhos (entre outros).

Deste modo, terão uma visão mais precisa sobre o risco.

Ao incluírem-se estas despesas, a taxa de esforço corrigida será sempre superior à simples (a menos que não tenha nenhum tipo de despesa, o que é pouco provável).

Total de Prestações Financeiras + Outros Encargos / Rendimento do Agregado Familiar * 100

O nosso simulador de taxa de esforço tem como base esta fórmula, o que lhe vai permitir rapidamente saber qual será a sua taxa ideal para obter um crédito habitação, crédito automóvel ou somente um empréstimo pessoal.

Uma das principais razões para se simular taxa de esforço é saber até quanto se pode pedir de empréstimo sem comprometer o orçamento familiar.

Ora, as boas práticas indicam que a taxa de esforço simples, não deverá ser superior a 30%.

Mas quanto significa numa prestação mensal?

Tudo depende dos encargos que tem atualmente.

Contudo, na tabela abaixo iremos mostrar a prestação máxima que um dado agregado familiar poderá suportar (caso não tenha outros encargos financeiros).

Rendimento Liquido Familiar Prestação Mensal
600€ 180€
800€ 240€
1.000€ 300€
1.250€ 375€
1.500€ 450€
2.500€ 750€
5.000€ 1.500€
Dados fornecidos pelo nosso simulador para uma taxa de esforço de 30%

Porém, por exemplo, no mercado imobiliário temos vistos um grande aumento do valor das casas.

Por isso, com valores de entrada a rondarem os 20% e os montantes dos créditos das casas a subir, o esforço das famílias para suportar o encargo de uma habitação tem subido bastante.

Segundo o Banco de Portugal, em 2018 17.4% dos novos contratos de habitação eram de valores superiores a 150.000 €. Em 2020 o valor subiu para 22.3%.

Assim, as entidades têm tido isso em consideração, sendo que algumas poderão aceitar perfis até 40%, aumentado assim a prestação máxima mensal anteriormente demonstrada na tabela.

Realçamos também que, se está à procura de um crédito habitação ou de algum outro tipo de empréstimo, não é por ter um empréstimo recusado no Banco A que na entidade B o mesmo não possa ser aprovado.

Para além disso, os riscos para uma entidade num empréstimo rápido de 3.000 € diferem dos riscos associados a um crédito habitação de 200.000 €.

Por isso, para além das diferenças entre entidades, terá de ter em consideração o tipo de crédito que pretende solicitar.

Aqui entram as vantagens das intermediárias de crédito. Analisam o seu pedido de empréstimo, e perante o seu perfil, encontram o crédito mais barato no mercado.


Portal Do Crédito

Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

Poderá assim obter uma prestação mensal mais baixa do que inicialmente contava, significando uma taxa de esforço menor.

Mas como é que as entidades sabem calcular a taxa de esforço dos seus clientes?

Uma das razões pelas quais as instituições de crédito pedem-lhe cópias dos recibos de vencimento e comprovativos de IRS deve-se precisamente à taxa de esforço.

Através destes documentos, as instituições terão acesso ao seu perfil de consumo – aos seus ganhos e gastos mensais -, avaliando a partir daqui o peso que o crédito terá no seu orçamento.

Quanto maior for a sua taxa de esforço, maior é o risco de incumprimento.

Em suma, se pensa contratar mais um crédito, aconselhamos a que avalie bem a sua taxa de esforço corrigida.

Isto porque, quanto mais realista for o cálculo da taxa de esforço, mais certezas terá sobre a sua aprovação e mais consciente estará sobre o seu bem-estar financeiro.

Se já fez o cálculo da taxa de esforço no nosso simulador e observou que a mesma está alta, saiba que poderá sempre tentar reduzir encargos mensais extra.

Procure uma poupança na fatura da água ou do gás e/ou encontrar uma tarifa de eletricidade que vá mais de encontro às suas necessidades.

Para além do referido, com várias simulações na nossa calculadora, poderá saber qual a prestação máxima que pode suportar por mês.

Servindo assim de base para conhecer o valor máximo de crédito que pode solicitar em conjunto com o prazo de pagamento.

Por fim, por muito óbvio que possa parecer, temos de referir que não pode descuidar a procura e a análise por um bom crédito.

Ninguém quer pagar mais mensalmente desnecessariamente.

Perguntas Frequentes

Qual a taxa de esforço máxima para uma aprovação de crédito?

A taxa de esforço máxima permitida varia de entidade para entidade. Porém, para uma maior probabilidade de aprovação e para uma melhor saúde financeira mensal do seu agregado familiar, não é aconselhável taxas superiores a 30 – 35%.

Como posso reduzir a minha taxa de esforço?

Existem diversas formas de reduzir os seus encargos mensais, entre as quais uma possível alteração na tarifa da luz.

Poderá rever as coberturas dos seus seguros para entender onde poderá cortar, renegociar divida com a sua entidade financeira é também uma boa prática para baixar a prestação mensal. Para além disso, caso tenha alguma poupança, pode tentar amortizar divida.

Por último, caso tenha mais que 1 crédito ativo, poderá solicitar um crédito consolidado, onde, no fundo, irá agregar todas as suas dívidas num só pagamento, mais alongado no tempo, mas com uma prestação mais simpática.

 

Como calcular a taxa de esforço com filhos?

Como é óbvio existem custos mensais em ter filhos e como tal deve ser contabilizado na hora de simular uma taxa de esforço.

Porém, cada banco faz a sua ponderação, sendo que uns aplicam o custo médio padrão sobre número de filhos e outros aplicam um maior custo nos primeiros dois.