VoltarTodos os artigos
João Fins
Revisto por João Fins
João Fins

Licenciado em Economia e com experiência em finanças pessoais. Como redator no Portal do Crédito, tenho a missão de ajudar esclarecer as dúvidas mais comuns dos nossos leitores, no que aos diferentes tipos de crédito diz respeito.

Crédito Pessoal 120 Meses – É Possível? Onde Pedir?

Relógio que indica um prazo de pagamento de 120 meses

Em Portugal, a procura por créditos com prazos de pagamento alargados é algo comum. Seja para fazer face a despesas inesperadas, comprar um automóvel, fazer obras em casa ou uma formação.

Está à procura de um crédito pessoal 120 meses? Apesar das restrições em vigor, ainda é possível um empréstimo nestes moldes.

Assim, neste artigo, vamos informar os nossos leitores sobre as restrições em vigor, como e onde pode conseguir crédito 120 meses e quais as vantagens e desvantagens de o fazer.


Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

Com o aumento do índice de preços da habitação, e do custo de vida dos portugueses, nos últimos anos foi notório o aumento de pedidos de crédito e com montantes mais elevados.

Tendo em conta o aumento dos pedidos de financiamento e o montante solicitado pelos consumidores, muitos acabam por optar por prazos de pagamento maiores para que a sua prestação mensal não seja insuportável.

Problema desta consequência? Com prazos maiores, os portugueses passam a pagar os juros dos empréstimos durante mais tempo, aumentando assim o seu endividamento e baixando a sua taxa de poupança.

Sabia Que?

O endividamento dos particulares subiu 3,2% (2020 – 2021), sendo agora mais de 147 mil milhões de euros.

Este aumento tem gerado bastantes preocupações no Banco de Portugal (BP). Por isso, em 2020, entre outras medidas, a entidade estabeleceu um limite de 7 anos de maturidade para os novos contratos de crédito pessoal.

Ou seja, o BP modificou o prazo máximo de pagamento de 120 para 84 meses.

” (…) atuando de forma preventiva, tem como objetivo evitar a acumulação de risco excessivo no balanço dos bancos e garantir que as famílias obtêm financiamento sustentável, minimizando o risco de incumprimento.”

Banco de Portugal

Contudo, existem diversas exceções a ter em conta! Vamos saber quais são?

  • Formação
  • Saúde
  • Energias Renováveis
  • Automóvel
  • Consolidado

Apesar das restrições impostas pelo BP, pedir um crédito pessoal 120 meses ainda é possível em alguns casos.

Isto, desde que sejam valores inferiores a 7.050 €. O equivalente a 10 salários mínimos nacionais.

Contudo, havendo tantas limitações, a maioria das entidades financeiras registadas no Banco de Portugal deixaram mesmo de fornecer crédito 120 meses, independentemente do valor solicitado pelo cliente.

São raras as instituições que permitem um crédito pessoal 120 meses.

Apesar disso, realçamos que, estas restrições nos créditos pessoais não se aplicam às finalidades de formação, saúde e energias renováveis, onde os prazos de pagamento dos créditos mantiveram o limite de 10 anos (120 meses).

Por outro lado, apesar da maturidade legal dos créditos automóveis manter-se nos 10 anos, a realidade é que algumas instituições têm vindo a estabelecer o limite de 7 anos (84 meses).

Por último, apesar de poucas, existem também entidades que fornecem crédito consolidado 120 meses (iremos indicar quais mais abaixo).

Tipos de Crédito Formação, Saúde, Energias Renováveis
Montante Mínimo 5.000 €
Prazo de Pagamento 12 a 120 Meses
Tempo de Aprovação 24 Horas
Atualizado em julho 2022

Os créditos pessoais são conhecidos por prestarem financiamento aos consumidores tendo em vista diversas finalidades, desde crédito rápido a crédito para férias ou imobiliário.

No entanto, apenas três tipos de empréstimos (energias renováveis, formação e saúde) estão atualmente disponíveis para serem solicitados com prazos tão alargados.

Em relação aos locais onde contratar este serviço, destacamos que ainda são poucas as entidades financeiras que disponibilizam estas finalidades em Portugal.

A nível nacional, é notório que muitos portugueses pretendem fazer cursos ou formações em áreas de especialização.

Porém, muitas das vezes as propinas são demasiado altas para conseguirem suportar.

Assim, o crédito formação ou educação, por si, têm apresentado condições especiais ao longo dos últimos anos.

Logo, não é de estranhar que um crédito pessoal 120 meses para esta finalidade seja possível em algumas instituições financeiras:

Destacamos que, em grande parte destas instituições, o valor mínimo de financiamento é de 10.000 € para um crédito 120 meses.

Havendo exceções, como a CGD onde o valor mínimo é de 5.000 € ou o Montepio que apenas permite crédito pessoal a 120 meses somente para licenciaturas.

Os créditos de saúde têm como finalidade pagar despesas com a sua saúde, como a aquisição de equipamentos ou serviços destinados a satisfazer as suas necessidades e o seu bem-estar.

Por isso, e de uma forma natural, além dos 120 meses, esta finalidade acaba também por ter acesso a algumas condições especiais como taxas de juro bastante reduzidas comparativamente com outros tipos de financiamento.

Nesta entidade, terá uma taxa de juro fixa de 2% para créditos com prazo dos 18 a 35 meses. No entanto, os juros aumentam para 3,25% para financiamentos com prazos dos 35 a 120 meses.

Destacamos também o facto de não haver montante máximo de financiamento.

Nesta entidade, o montante mínimo para obter crédito a 120 meses é de 5.000 € e podem chegar aos 75.000 €.

Em relação aos prazos de pagamento, estes começam nos 12 meses e terminam nos 120 meses.

Apostar nas energias renováveis e na eficiência energética é apostar no futuro do nosso planeta.

Assim, esta tipologia de crédito encaixa perfeitamente nas exceções aos limites de prazos de maturidade definidos pelo Banco de Portugal.

Deste modo, além dos prazos, existem outros benefícios e apoios, dependendo da entidade financeira, para quem quer adotar medidas “amigas do ambiente”:

Já, para aceder a um crédito pessoal 120 meses desta tipologia, os valores mínimos rondam os 10.000 € de financiamento e o máximo entre os 50.000 € ou sem limite, como no caso do BPI.

Um crédito para obras não tendo uma componente de importância especial como a formação, a saúde ou o ambiente, não se enquadra no regime das exceções.

Desta forma, apenas está disponível para valores inferiores a 10 salários mínimos.

Porém, decidimos destacar esta finalidade, pois, na prática, créditos com prazo de 120 meses nesta tipologia são, mesmo assim, algo quase inexistente no mercado português.

A exceção é o Banco BPI, onde é possível obter um crédito 120 meses – desde que o montante a financiar seja igual ou inferior a 7.050 €.


Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

Entidade Financeira Valor Mínimo (para 120 meses)
Cetelem 10.000 €
Credibom (Automóvel Novo) 7.500 €
Credibom (Automóvel Usado) 5.000 €
Banco CTT 10.000 €
Montepio 5.000 €
Novobanco 5.000 €
CGD 6.000 €
Valores atualizados em agosto de 2022

Segundo o Banco de Portugal, os créditos automóveis são dos empréstimos mais procurados pelos portugueses, existindo assim uma maior concorrência entre entidades.

Posto isto, existem diversas financeiras que fornecem crédito automóvel 120 meses:

O valor máximo de empréstimo é de 75.000 € independentemente da entidade fornecedora, já em relação ao valor mínimo, varia bastante de entidade para entidade.

Alertamos que, nem sempre um crédito automóvel 120 meses é a opção mais indicada.

Lembre-se: estará a pagar juros mensais durante 10 anos para pagar o seu carro.

Procura uma entidade com um crédito automóvel barato? Então, leia o nosso artigo “Melhor Crédito Automóvel 2022: Onde Encontrar” e saiba quais as melhores ofertas do mercado.

Um crédito consolidado permite as pessoas juntarem os seus créditos num só pagamento mensal. Com isto, podem aumentar os prazos de pagamento para poderem diminuir a sua prestação mensal.

Esta modalidade de crédito serve na perfeição para quem tem dificuldades em pagar os encargos e que, portanto, necessita de baixar a sua taxa de esforço mensal.

Ora, o prazo de pagamento máximo normal nesta tipologia é de 84 meses, no entanto, se procura um crédito consolidado a 120 meses, pode sempre entrar em contacto com uma intermediária de crédito:

Estas, irão procurar no mercado, o crédito consolidado com prazos alargados que mais se adequa a si, sem custos ou compromissos pela prestação desse mesmo serviço.

Quer saber mais sobre como poupar na sua prestação mensal juntando os seus créditos num só? Leia o nosso artigo “Melhor Banco Para Consolidar Créditos: Como Escolher?“.

Está indeciso sobre que caminho optar em relação aos prazos de pagamento do seu empréstimo?

Então, saiba que, a maioria das entidades financeiras atualmente apresentam nos seus ‘websites’ um simulador de crédito que permite qualquer pessoa, de forma gratuita e em tempo real, avaliar o custo do seu crédito, tendo como base:

  • Montante de Financiamento;
  • Finalidade do Crédito Pretendido;
  • Prazos de Pagamento.

Algumas entidades permitem também comparar as diversas simulações para uma melhor avaliação das opções que tem em mente.

Além disso, disponibilizam a Ficha de Informação Normalizada (FIN), um documento obrigatoriamente disponibilizado pela entidade, e onde vai poder aceder a toda a informação sobre o contrato.

  • Prestações Mais Baixas
  • Menor Taxa de Esforço
  • Montante Total a Pagar Superior
  • Risco de Endividamento

O objetivo primordial de quem pretende solicitar um crédito pessoal 120 meses, é obter a prestação mensal mais baixa possível.

Assim, ao pedir um crédito com prazos tão alargados, irá conseguir baixar a sua taxa de esforço. Dando assim uma “lufada de ar fresco” nas suas finanças pessoais.

Porém, existem desvantagens que o poderão fazer pensar duas vezes.

Sabia Que?

Segundo o Banco de Portugal, em 2021 o prazo médio de pagamento de um crédito pessoal foi de 4,9 anos (+58 meses). Mais 2 meses que no ano anterior.

Quanto mais tempo tiver a pagar um empréstimo, mais juros irá pagar pelo mesmo, o que consequentemente significa que o crédito irá ficar mais caro para a sua carteira.

Neste seguimento, existe um grande risco de endividamento e em caso de incumprimento, pode mesmo ver o seu nome na Lista Negra do Banco de Portugal (daí se ter limitado o crédito pessoal 120 meses na maioria das finalidades).

Vantagens Empréstimos 120 meses

Vamos a um exemplo?

A família Costa, perante os valores elevados dos combustíveis e pelo facto do seu automóvel apresentar bastantes problemas mecânicos, decidiram comprar um carro mais moderno e com níveis de consumos mais modestos.

Esta é a situação atual desta família:

  • Rendimentos Líquidos: agregado familiar com 2.250 € mensais;
  • Crédito Habitação: pagam 450 € mensais;
  • Crédito Automóvel: necessitam de 15.000 €.

A seguir, mostramos três propostas com prazos de pagamento distintos.

Prazo Pagamento TAEG Prestação Mensal MTIC Taxa de Esforço
120 Meses 8,7% 174,16 € 22.016,42 € 28%
84 Meses 8,3% 222,74 € 19.554,50 € 30%
48 Meses 8,2% 352,28 € 17.496,33 € 36%

Com um crédito 120 meses, a prestação mensal seria de 174,16 €. O que significa uma taxa de esforço mensal de 28% (com o crédito habitação incluído).

Contudo, para um financiamento de 15.000 €, o Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC), custo total do empréstimo, é de 22.016,42 €.

Um valor elevado resultante do pagamento de juros e comissões durante 10 anos.

Já se optarem por um prazo de 48 meses, o valor total a pagar seria de 17.496,33 €. Porém, com uma prestação mensal de 352,28 €, teriam uma taxa de esforço mensal de 36% (calcular aqui a sua).

Para uma situação financeira saudável, evite taxas de esforço acima dos 35%.

Por isso, encontre o seu ponto de equilíbrio e escolha um crédito que não seja mensalmente muito pesado para a carteira, mas também que não lhe faça pagar demasiado em juros.

Para pedir um crédito pessoal em Portugal, seja qual for o prazo de pagamento escolhido, terá de preencher alguns requisitos como a idade (18 a 75 anos) e a residência (Portugal).

Além disso, será necessário enviar alguma documentação para dar seguimento ao processo de pedido de crédito.

Contudo, esta poderá mudar conforme o género de financiamento a ser solicitado, assim como a entidade financeira que escolher.

  • Documento de Identificação: cartão de cidadão;
  • Comprovativo de Morada Fiscal: cópia de fatura de água, luz (…);
  • Comprovativo de IBAN: obter na sua financeira via multibanco ou online;
  • Recibo de Vencimento: para trabalhadores por conta de outrem;
  • Modelo 3 do IRS: para trabalhadores por conta própria;
  • Comprovativo de Pensão: para pensionistas;
  • Mapa de Responsabilidades: clicar em “Central de Responsabilidades de Crédito” no website do Banco de Portugal.

Não se preocupe, a entidade responsável pelo seu processo irá ajudá-lo a completar cada um dos passos necessários para obter o financiamento que deseja.


Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

Pedir um crédito pessoal 120 meses poderá ser uma boa solução à primeira vista para quem pretende financiar-se e não ter uma prestação mensal demasiado elevada.

Contudo, esse alivio mensal vem com um custo por acréscimo. O pagamento de juros durante mais tempo – trata-se de um crédito mais caro.

Apesar de pagar pouco mensalmente, o custo real será pesado – por ter de suportar juros durante mais tempo.

O crédito mais barato nunca será o crédito 120 meses. No entanto, será seguramente aquele que lhe vai permitir gerir melhor os seus encargos mensais perante a sua situação financeira.

Caso a solução passe por um crédito a 120 meses, aconselhamos:

  • Pesquisa de Mercado: pedir diversas simulações a várias entidades financeiras;
  • Análise: tenha sempre em consideração a Taxa Anual Efetiva Global (TAEG) e o Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC) na sua análise de propostas;
  • Taxa de Esforço: encontre o ponto de equilíbrio entre quanto pode pagar de prestação e o custo total do empréstimo. Evite taxas de esforço acima de 35%.

Aconselhamos também a que analise as taxas aplicadas por amortizações. Poderá querer fazer uma amortização/liquidação e ter de pagar taxas elevadas em determinadas entidades financeiras.

Perguntas Frequentes

É possível obter um crédito 120 meses?

O Banco de Portugal, por forma a reduzir os riscos de endividamento, em 2020 definiu como 7 anos (84 meses) o prazo de pagamento máximo de pagamento dos créditos pessoais.

No entanto, em algumas entidades financeiras ainda conseguirá encontrar um crédito pessoal 120 meses para as finalidades de Saúde, Energias Renováveis e Formação.

Como obter o melhor crédito pessoal 120 meses?

O melhor crédito pessoal 120 meses será aquele que tiver um MTIC (Montante Total Imputado ao Consumidor) inferior, pois esse é o custo total do seu crédito.

Porém, o crédito ideal, para cada pessoa, irá depender de fatores como:

  • Perfil de Risco do Cliente
  • Montante Solicitado
  • Taxas de Juro
  • Custos Iniciais
  • Tipologia de Crédito
  • Prazos de Pagamento

 

Crédito consolidado 120 meses é possível?

Sim! Apesar de grande parte das entidades financeiras apenas disponibilizar crédito consolidado até 84 meses, ainda existem exceções.

Para facilitar o seu trabalho em pesquisa, entre em contacto com uma intermediária de crédito.

Estas perante as suas necessidades e especificações, irão encontrar, sem custos associados, o melhor empréstimo para a sua carteira.

Que documentos são necessários para obter um crédito 120 meses?

Independentemente do prazo de pagamento, as entidades financeiras pedem geralmente os seguintes documentos:

  • Documento de Identificação Pessoal: Ex: Cartão de Cidadão;
  • Comprovativo de Morada Fiscal: Ex: Cópia de fatura de água, luz ou telecomunicações;
  • Comprovativo de IBAN: Pode obter via multibanco ou no website da sua entidade financeira;
  • Comprovativos de Rendimentos: Últimos 3 recibos de vencimento ou última declaração de IRS;
  • Mapa de Responsabilidades: Clicar em “Central de Responsabilidades de Crédito” no website do Banco de Portugal.

Onde posso usar simulador crédito pessoal 120 meses?

Por forma a encontrar o seu crédito ideal com prazo de pagamento a 120 meses, terá de consultar as mais diversas entidades e usar os seus simuladores online.

A maioria das entidades permite, sem custos associados, os seus clientes a utilizarem os seus simuladores online para avaliarem os custos potenciais da contratação de um crédito.