Crédito Habitação

Taxa fixa ou variável no crédito habitação: saiba como escolher

taxa fixa ou variável
: o Portal do Crédito não publica artigos patrocinados. O nosso conteúdo é independente e não favorece nenhuma entidade em particular.

No crédito ao consumo, tal como no crédito habitação, a taxa de juro pode ser fixa ou variável. Mas qual escolher: taxa fixa ou variável? Qual a mais vantajosa? À partida, a resposta pode parecer simples, mas há vários factores a ter em consideração.


Comparador de Crédito

Simule sem compromissos e conheça a melhor solução de crédito para o seu pedido.

SIMULAR AGORA

Ao optar por uma taxa de juro fixa, a sua prestação mensal manter-se-á constante durante o período do contrato e, deste modo, assim que assina o contrato de crédito saberá qual o montante total de juros que vai pagar.

Agora, se optar por um crédito com taxa de juro variável, a taxa de juro aplicada ao capital em dívida é revista com periodicidade idêntica à do indexante (neste caso à taxa Euribor).

Vamos, então, perceber como funciona este processo e qual das taxas será mais vantajosa.

O que é a Euribor e como funciona?

Se está a pensar comprar casa e, para tal, precisa de recorrer ao crédito habitação, é perfeitamente normal que se esteja a debater com várias dúvidas, sobretudo se deve optar por escolher uma taxa fixa ou variável.

Antes de decidir por qualquer uma das taxas, deve analisar a variação das taxas Euribor. A este respeito, a primeira coisa a saber é que a taxa Euribor (European Inter Bank Offer Rate) é uma taxa de referência que se aplica aos créditos entre os bancos na Zona Euro.

Por norma, a Euribor é variável a três, seis (a mais comum), nove ou doze meses, razão pela qual as entidades bancárias, no momento da contratação de um crédito, propõem aos seus clientes um valor fixo para a Euribor durante cinco ou mais anos, seja qual for o valor da taxa no mercado interbancário.

Os bancos sabem que este é o cenário mais caro, uma vez que a taxa fixa é superior ao da variável (paga-se pela estabilidade e ausência de risco). Mas, como o perfil bancário dos consumidores portugueses tem tendência para ser relativamente conservador – neste caso, com receio dos riscos das constantes oscilações da Euribor -, os bancos tiram proveito dessa situação para encaixarem mais alguns euros.

Ainda assim, importa frisar que a taxa de juro do seu crédito habitação resulta sempre do somatório da taxa Euribor e do spread (a margem de lucro que o banco ganha por cada empréstimo concedido). Ou seja, a fórmula é a seguinte:

  • Euribor + Spread = Taxa de juro

Sendo assim, já temos elementos suficientes para responder às seguintes questões.

calcular crédito

O que é a taxa fixa?

Como vimos, a taxa fixa determina que a taxa de juro do empréstimo mantém-se inalterada durante o prazo que tiver sido acordado com a instituição financeira, seja ao longo de todo o empréstimo ou durante um prazo alargado de, normalmente, 5 a 10 anos.

Como este valor não se altera, não terá de se preocupar com a subida da taxa de juro.

Sobre este assunto, importa ainda saber que, quando a instituição de crédito define o valor para a taxa de juro fixa, toma como referência a taxa fixa que se pratica no mercado interbancário para o mesmo prazo: a chamada taxa de swap.

Vantagens e desvantagens da taxa fixa

A principal vantagem da taxa fixa é a estabilidade, dando-lhe margem para organizar o seu orçamento familiar sem grandes surpresas. Porém, a estabilidade tem um custo.

Já do lado das desvantagens, o facto de a taxa se manter fixa fará com que não beneficie das descidas da taxa de juro no mercado interbancário.

Isto significa que se as taxas caírem estará a pagar mais no conjunto do empréstimo do que pagaria na opção variável. Geralmente, o valor da taxa fixa contratada é sempre superior ao da variável na data da contratação, e não existem garantias de que a variável supere o valor da fixa.

O que é a taxa variável?

A taxa variável, como referimos, varia de acordo com as flutuações da Euribor. Ou seja, ao contrário da taxa fixa, está sujeita à volatilidade do mercado. É uma boa opção para quem deseja aproveitar as fases em que a taxa de juro se encontra mais baixa, o que acontece nos períodos em que a economia contrai.

Vantagens e desvantagens da taxa variável

A principal vantagem é, sem dúvida alguma, a de, como cliente, poder beneficiar das descidas das taxas de juro, sobretudo quando têm valores negativos, como acontece os últimos tempos.

Por outro lado, a imprevisibilidade pode provocar dificuldades na gestão do orçamento familiar quando há subida da taxa de juro indexante porque, obviamente, provoca um aumento na prestação mensal a pagar.

analisar financas pessoais

Todos os meses analisamos as taxas e condições dos vários bancos e revelamos o melhor crédito habitação. Não deixe de ler a nossa análise.

Taxa fixa ou variável: qual escolher?

Se preferir jogar pelo seguro, aconselhamos que opte pela taxa fixa – até porque, deste modo, sabe com o que contar no final do mês. Em pleno período de crescimento económico, esta seria a nossa opção.

Porém, uma vez que a taxa Euribor anda em terrenos negativos – e qualquer subida será gradual -, talvez deva considerar optar pela taxa variável.

Em Portugal, e relativamente ao crédito habitação, as taxas de juro costumam ser variáveis. No crédito ao consumo é que se verifica uma maior dependência da taxa fixa.

A resposta a qual das taxas será mais vantajosa dependerá também da sua disponibilidade financeira para suportar eventuais subidas da taxa de juro. No entanto, seja qual for a opção que adotar, recorde-se que poderá vir a mudar de taxa no futuro.

Como sugerimos sempre, para garantir que tem acesso às melhores condições de crédito, faça simulações online. Através do nosso simulador de crédito poderá comparar todas as opções disponíveis no mercado, de forma totalmente gratuita e sem compromisso.

Artigos relacionados

Se tiver alguma dúvida ou questão, fale connosco pelo Messenger
Viviane Soares
Viviane Soares é redatora e editora, com mais de três anos de experiência na escrita de artigos de finanças pessoais. No Portal do Crédito, tem como principal objetivo disponibilizar a melhor informação sobre financiamento, de forma prática e acessível.