Crédito Automóvel

Como pedir crédito automóvel: procedimentos e cuidados a ter

Como pedir crédito automóvel
: o Portal do Crédito não publica artigos patrocinados. O nosso conteúdo é independente e não favorece nenhuma entidade em particular.

Como pagar a pronto não é uma solução para a grande maioria dos portugueses, o recurso ao crédito é a alternativa mais viável para quem quer comprar carro. No entanto, antes de pedir dinheiro emprestado saiba como pedir crédito automóvel, isto é, que cuidados deve ter e quais os procedimentos necessários para escolher a melhor solução de crédito para si.


Simulador de Crédito

Simule sem compromissos e conheça a melhor solução de crédito para o seu pedido.

» SIMULAR AGORA

Como pedir crédito automóvel: dicas para escolher uma solução à sua medida

Antes de solicitar crédito para comprar carro, um dos nossos conselhos é que analise cuidadosamente o seu orçamento e calcule sua taxa de esforço. Em poucas palavras, esta taxa é a percentagem do rendimento mensal alocada ao pagamento de créditos. Por norma, não deverá ser superior a 30%, apesar de alguns bancos aceitarem perfis até 40%.

Se já se encontra a pagar outros créditos, procure primeiro perceber em quanto agravará a sua taxa de esforço se solicitar mais um crédito – pois dificilmente alguma entidade bancária lhe emprestará dinheiro se esta taxa disparar.

Agora, se este perfil for aceitável, tenha ainda em consideração os seguintes aspetos.

1. Crédito automóvel ou crédito pessoal?

O crédito automóvel não é a única solução de financiamento disponível no mercado. Também pode pedir um crédito pessoal para comprar carro. Não é o mais competitivo é certo, mas tem algumas vantagens: a facilidade de financiamento, prazos mais alargados (que significam prestações mais baixas), não ter que dar explicações sobre a finalidade do dinheiro.

Colocamos aqui a questão, porque os bancos não concedem crédito automóvel com reserva de propriedade para comprar carros que não sejam novos. A reserva de propriedade significa que, em caso de incumprimento, o banco pode ficar com o ativo, isto é, com o carro. Quando se faz um crédito automóvel com reserva de propriedade, o veículo é dado como garantia ao banco e esse ativo tem que ter valor (o que, teoricamente, não acontece com um carro usado).

Já no crédito pessoal com a finalidade automóvel não se exige a reserva de propriedade, sendo ainda possível comprar o automóvel com financiamento total.

2. Com ou sem reserva de propriedade?

Ainda sobre a reserva de propriedade, importa saber que o carro fica em seu nome e que não tem de pagar qualquer entrada inicial. Porém, no final ou durante o contrato, e em caso de incumprimento do pagamento mensal do crédito, o banco pode ficar-lhe com o carro.

Como dá o carro como garantia, a TAEG (Taxa Anual Efetiva Global) é mais baixa, saindo-lhe, por isso, mais barato o crédito.

Já sem reserva de propriedade prepare-se para o banco ou outra qualquer instituição financeira aplicar uma taxa de juro mais elevada. Daí esta ser uma decisão importante para saber como pedir crédito automóvel.

3. Atenção ao prazo de pagamento

O crédito automóvel tem, em média, a duração de 5 ou 6 anos. Se optar por um prazo mais alargado, as prestações mensais serão mais baixas, mas vai acabar por pagar mais juros. Ou seja, o crédito vai-lhe ficar mais caro.

O aconselhável é que escolha um crédito com um prazo de pagamento o mais curto possível – tendo em consideração a sua situação financeira.

4. A importância das simulações

Tendo ponderado todos estes fatores, estará pronto para escolher o crédito automóvel mais adequado ao seu caso. Nesta fase, deverá fazer o maior número de simulações possível – até para perceber quais são as melhores ofertas do mercado.

Cada caso é um caso, mas recordamos que os indicadores a ter em atenção em cada uma das simulações são a TAEG e o MTIC (Montante Total Imputado ao Consumidor). Não se deixe seduzir pelas baixas mensalidades, que na maioria das vezes são sinónimo de créditos demasiado caros.

Assim sendo, antes de assinar qualquer contrato de crédito, aconselhamo-lo a fazer as simulações necessárias em diferentes instituições financeiras para, assim, poder escolher com conhecimento de causa. Aliás, pode tirar partido do simulador do Portal do Crédito, que visa identificar a entidade com as melhores condições de crédito pessoal para si, de acordo com as suas necessidades e características do seu perfil.

O nosso simulador tem acesso, em tempo real, às taxas de juro e condições das várias entidades de financiamento em Portugal. Assim, não precisa de andar a navegar por diversos simuladores.

contratar crédito auto

Como pedir crédito automóvel: guia passo a passo

Para perceber melhor como pedir crédito automóvel precisa, primeiro, de decidir se se sente mais confortável em tratar do assunto presencialmente, junto do seu banco, ou se poderá tratar do assunto online (numa entidade bancária ou em qualquer outra instituição financeira).

Vamos pôr em hipótese que vai contratar um crédito automóvel na Cofidis. Pode tratar do processo ao telefone ou fazê-lo diretamente na página online da empresa. Neste último caso apenas terá de:

1. Preencher um formulário online, no qual simula o montante e o prazo de pagamento do empréstimo a contrair;

2. Inserir os seus dados pessoais;

3. Finalizar o seu pedido.

Posto isto, obterá, no espaço de poucos minutos, uma resposta. Se for positiva, terá de conferir todos os dados, imprimir o contrato, assinar e enviar o mesmo (juntamente com a cópia dos documentos solicitados) para a Cofidis.

Depois de receber a documentação, a empresa transferirá o dinheiro para a sua conta bancária no espaço de 24 a 48 horas.

Quais os documentos necessários?

Os documentos solicitados são, por norma, os seguintes:

  • Cartão de Cidadão;
  • Número de Identificação Fiscal;
  • Última declaração de IRS (apenas se for trabalhador por conta própria);
  • Três últimos recibos de vencimento (apenas se for trabalhador por conta de outrem);
  • Comprovativo de morada;
  • Comprovativo de IBAN.

O conselho do Portal do Crédito

Agora que já sabe como pedir crédito automóvel, importa também ter alguns cuidados. Quer esteja a pensar comprar carro novo ou usado, procure perceber quanto realmente pode pagar por ele, depois de considerados os valores da entrada (se optar pelo crédito sem reserva de propriedade), das prestações mensais associadas ao crédito automóvel e, porque não, nos custos de manutenção.

Faça estas contas de forma ponderada, até para evitar entrar em incumprimento com as suas obrigações. Recordamos que, se falhar os pagamentos, pode ficar sem o carro (se optar pelo crédito com reserva de propriedade) e com o seu nome comprometido no Banco de Portugal – tornando-se, a partir daqui, impossível recorrer a mais crédito.

Artigos relacionados

Se tiver alguma dúvida ou questão, fale connosco pelo Messenger
Viviane Soares
Viviane Soares é redatora e editora, com mais de três anos de experiência na escrita de artigos de finanças pessoais. No Portal do Crédito, tem como principal objetivo disponibilizar a melhor informação sobre financiamento, de forma prática e acessível.