Crédito Consolidado

Juntar créditos: uma estratégia para ter mais liquidez

juntar créditos
: o Portal do Crédito não publica artigos patrocinados. O nosso conteúdo é independente e não favorece nenhuma entidade em particular.

A vantagem de recorrer à consolidação de créditos é aliviar o seu orçamento mensal, permitindo que sobrem mais uns euros para as restantes despesas ou mesmo para uma margem de poupança. Ao juntar créditos verá reduzidas as prestações dos empréstimos que contraiu e, assim, uma folga orçamental para organizar as suas finanças pessoais.


Comparador de Crédito

Simule sem compromissos e conheça a melhor solução de crédito para o seu pedido.

SIMULAR AGORA

4 vantagens de juntar créditos

Se está a pagar crédito habitação, crédito automóvel, cartões de crédito ou mesmo um crédito pessoal, fazer face a todas estas prestações pode ser um verdadeiro pesadelo, sobretudo se tem a responsabilidade de gerir um orçamento familiar.

Além disso, se sente que está numa zona de risco e prestes a enfrentar uma situação de incumprimento, juntar créditos num só pode ser a solução para o seu caso. Por que razão? Passamos a explicar.

1. Menor prestação mensal

Ao recorrer ao crédito consolidado aquilo que procura é uma situação em que todas as suas prestações mensais fiquem agregadas numa só. Claro que tal só vale a pena se a nova mensalidade tiver um valor inferior ao somatório de todas as outras.

A consolidação permite o alargamento do prazo de pagamento do empréstimo e até, possivelmente, ficar a pagar uma menor taxa de juro. Porém, convém ter a consciência de que o custo total do crédito será maior, mesmo que no final do mês a prestação seja consideravelmente menor – uma vez que a redução poderá permitir-lhe uma poupança de até 60% relativamente ao valor que paga com a dispersão de créditos.

2. Uma única prestação num dia fixo do mês

Ter várias prestações dispersas por diversos dias do mês poderá ser um fator decisivo para a total falta de controlo da sua conta bancária. Se juntar créditos num só fica a pagar apenas uma prestação num dia fixo, o que poderá contribuir para uma melhor organização das suas finanças pessoais.

crédito consolidado

3. Ter um único credor e poupar em comissões

Os custos avultados com comissões são outro dos encargos dos quais se verá livre quando consolida créditos. Isto porque, com a dispersão de créditos, está a pagar várias comissões bancárias por manter várias contas separadas nos bancos onde contraiu crédito.

4. Melhorar o seu historial de crédito junto do Banco de Portugal

A acumulação de dívidas ou mesmo o incumprimento podem colocá-lo na lista negra do Banco de Portugal. E o que é que isto significa exatamente? Se deixar de pagar as suas obrigações ao banco, nem que seja por um único mês, ficará com o seu “nome sujo”, isto é, ficará registado no seu Mapa de Responsabilidades de Crédito que se encontra em situação de incumprimento e que é um cliente de risco.

Assim sendo, ser-lhe-á barrada qualquer hipótese futura de concessão de um novo crédito por parte de qualquer entidade bancária, além de ficar registado no seu historial a falta de compromisso para com o credor.

Agora, se for um cliente de confiança, que nunca tenha falhado um pagamento, a probabilidade de conseguir um crédito, e com taxas de juro mais reduzidas, é bastante mais elevada do que se for um cliente de risco.

Faça uma simulação do crédito consolidado e descubra as ofertas mais vantajosas para o seu caso.

4 cuidados a ter ao juntar créditos

É importante saber que a consolidação de créditos também tem desvantagens, entre elas:

1. Agregar créditos implica uma uniformização dos prazos de todos os créditos contraídos, regra geral, tendo como referência o mais longo. Isto significa que os empréstimos com um prazo mais reduzido vão durar mais tempo.

2. Alargar o prazo implica, necessariamente, o pagamento total de mais juros, ainda que as taxas de juro a aplicar sejam, por norma, inferiores às que tinha na dispersão de créditos.

3. Ter acesso a mais financiamento poderá tentá-lo a endividar-se mais.

4. Se constar na lista negra do Banco de Portugal, será difícil ver o seu crédito consolidado aprovado.

Descubra qual o melhor crédito consolidado do momento no artigo que atualizamos mensalmente e tome decisões informadas.

Artigos relacionados

Se tiver alguma dúvida ou questão, fale connosco pelo Messenger
Viviane Soares
Viviane Soares é redatora e editora, com mais de três anos de experiência na escrita de artigos de finanças pessoais. No Portal do Crédito, tem como principal objetivo disponibilizar a melhor informação sobre financiamento, de forma prática e acessível.