VoltarTodos os artigos
Viviane Soares
Revisto por Viviane Soares
Viviane Soares

Viviane Soares é redatora e editora, com mais de três anos de experiência na escrita de artigos de finanças pessoais. No Portal do Crédito, tem como principal objetivo disponibilizar a melhor informação sobre financiamento, de forma prática e acessível.

Entidades Privadas de Crédito: O Que Precisa de Saber

Entidades Privadas de Credito

Além dos bancos, existem em Portugal diversas entidades privadas de crédito habilitadas a conceder crédito. Entre elas, as empresas privadas de concessão de crédito.

Estas empresas, que devem estar autorizadas pelo Banco de Portugal a exercer atividade, concedem diversos tipos de empréstimos – sendo os mais comuns aqueles que não implicam valores elevados (tais como o crédito pessoal, crédito consolidado ou o crédito automóvel).


Portal Do Crédito

Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

De uma forma resumida, uma entidade privada de crédito é uma instituição financeira que dispõe de fundos reembolsáveis mediante a concessão de crédito.

Atuam como uma alternativa direta ao sistema oferecido pelos bancos.

Estamos a falar de instituições de crédito como a Younited Credit, Cofidis ou Credibom, e de intermediários de crédito como a AMCO, Gestlifes ou ComparaMais.

Nota: atividade de concessão de crédito está reservada apenas às entidades habilitadas conforme disposto no Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras.

De acordo com o Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras (RGICSF), as instituições financeiras podem ser divididas em dois grupos distintos:

  • Instituições de crédito;
  • Sociedades financeiras.

As instituições de crédito são empresas que recebem depósitos e outros fundos reembolsáveis do público e concedem crédito por conta própria.

Enquanto os bancos podem praticar todo o tipo de operações autorizadas às instituições de crédito, as restantes instituições de crédito só podem exercer as atividades e praticar as operações permitidas pelas normas legais e regulamentares que regem a sua atividade.

Já as sociedades financeiras são aquelas que têm como atividade principal:

  • Operações de crédito;
  • Emissão e gestão de meios de pagamento alternativos;
  • Participação nos mercados interbancários;
  • Serviços correlativos, emissão e colocação de valores mobiliários;
  • Prestação de serviços no âmbito da gestão de carteira de valores mobiliários;
  • Transação de instrumentos do mercado cambial e monetário, opções, taxas de juro, divisas, valores mobiliários, instrumentos financeiros a prazo, entre outros.

As instituições de crédito são entidades habilitadas para a receção de depósitos ou de outros fundos reembolsáveis, que serão depois aplicados na concessão de empréstimos a cidadãos.

Assim sendo, estes são alguns exemplos de instituições de crédito:

  • Bancos;
  • Caixas económicas;
  • Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo e as caixas de crédito agrícola mútuo;
  • Instituições financeiras de crédito;
  • Instituições de crédito hipotecário;
  • Instituições de moeda eletrónica.

São sociedades financeiras as empresas de investimento e as instituições financeiras, com exceção das sociedades gestoras de participações sociais sujeitas à supervisão do Banco de Portugal.

Para não induzir os cidadãos em erro, somente as instituições de crédito e as sociedades financeiras poderão incluir na sua firma ou denominação expressões como “banco”, “banqueiro”, “de crédito”, “de depósitos”, “locação financeira”, “leasing” e “factoring“.

Isto significa que apenas as instituições de crédito e determinadas sociedades financeiras podem efetuar, a título profissional, operações de crédito, incluindo concessão de garantias e outros compromissos, locação financeira e factoring.

Antes de contratar um produto ou serviço financeiro, o cliente bancário deve certificar-se que as empresas privadas de concessão de crédito – quer sejam instituições financeiras de crédito ou sociedades financeiras – estão registadas no Banco de Portugal que podem exercer a atividade em causa.

Se tiver dúvidas sobre quais são consulte aqui a lista.

Apresentamos alguns exemplos dessas empresas autorizadas:

1. Cofidis

Há mais de 20 anos em Portugal, a Cofidis é uma das grandes empresas privadas de concessão de crédito, tendo conquistado uma posição de referência na venda e gestão de crédito a particulares.

Tanto é assim que, a financeira foi eleita “Escolha do Consumidor 2022”, na categoria “Empresas de Crédito ao Consumo” pelo 10.º ano consecutivo.

Em termos de soluções de crédito a empresa oferece os seguintes produtos:

  • Crédito Pessoal
  • Crédito Automóvel
  • Crédito Consolidado
  • Linhas de Crédito
  • Crédito Moto
  • CofidisPay

2. Credibom

O Banco Credibom integra um dos maiores grupos especializados no crédito ao consumo, o Grupo Crédit Agricole, S.A.. Comercializa diversos tipos de crédito.

Recentemente, foram distinguidos pelos consumidores com o Prémio Cinco Estrelas 2022  e Escolha do Consumidor 2022 na categoria de Crédito ao Consumo.

São especializados em crédito automóvel, contudo disponibilizam mais serviços.

  • Crédito Pessoal
  • Crédito Automóvel
  • Crédito Consolidado
  • Seguros

3. Cetelem

Em Portugal desde 1993, o Cetelem é uma financeira sobre a alçada do Banco BNP Paribas Personal Finance e está presente em 30 países de 4 continentes.

A entidade financeira de crédito tem se destacado no mercado português, tendo recebido diversos prémios como os de Top Employer 2022 e Melhor Reputação 2022.

Em termos de soluções de crédito oferece os seguintes produtos:

  • Crédito Pessoal
  • Crédito Automóvel
  • Crédito Consolidado
  • Cartão de Crédito
  • Seguros

No que diz respeito ao crédito pessoal, o Cetelem tem um leque de soluções de financiamento para finalidades distintas, oferecendo taxas de juro e uma prestação mensal fixas.

Falamos desde crédito para obras, viagens, formação ou mesmo para saúde.

Além disso, os créditos podem ser solicitados online ou por telefone e, se aprovados, a liquidez é garantida num prazo de 48 horas.

  • Pouca Burocracia
  • Financiamento em 48h
  • Diversas Finalidades
  • Atendimento Próximo

As entidades privadas de crédito, tendo nascido com esse propósito (disponibilizar crédito), acabam por apresentar vantagens que muitos bancos ainda têm alguma dificuldade em acompanhar – principalmente no que concerne à rapidez dos processos.

Assim, se pretender um adquirir um crédito rápido, com poucas burocracias, seguro e por vezes com taxas de juro mais baixas, estas entidades são as ideais para si.

informar como escolher a melhor solução de crédito

Antes de contratar um crédito, aconselhamos a fazer simulações em várias instituições de crédito pessoal

E porquê?

Para conseguir perceber qual o crédito que melhor se adequa às suas necessidades e, claro, aquele que apresenta condições mais competitivas.

Mas como avaliar o melhor?

Em primeiro lugar defina a finalidade de crédito pretende solicitar.

Após isso, escolha qual o montante que pretende solicitar e o prazo de pagamento associado.

Quanto maior o prazo de pagamento, maiores os custos do empréstimo.

Encontre o equilíbrio ideal para o seu orçamento familiar.

Se precisar de ajuda neste capítulo pode sempre usar o nosso simulador taxa de esforço, que o vai ajudar a definir quanto pode gastar mensalmente sem pôr em causa a sua situação financeira.

Com isso definido, peça diversas simulações online e analise:

  • A Taxa Anual Efetiva Global (TAEG), que representa o custo de todas as despesas associadas ao crédito – além do montante que efetivamente contratou.
  • O Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC) – este montante é o que terá de pagar no total pelo empréstimo solicitado. Quanto mais baixo for este valor, mais barato é o crédito.

Não escolha uma entidade privada de crédito somente pela prestação mensal que oferece. Por vezes, o crédito mais barato não é aquele que apresenta a mensalidade mais baixa.

Caso queira poupar algum tempo nestas análises, poderá entrar em contacto com uma intermediária de crédito que irá selecionar o melhor crédito para si disponível no mercado e sem custos associados.


Portal Do Crédito

Consiga o Melhor Crédito!

Avaliação Grátis 100% Online Sem Compromisso

RECOMENDADO

Simular Já

Com o mercado cada vez mais competitivo e global, se pretende solicitar um crédito, ir ao banco já não é a sua única opção.

Existem diversas empresas privadas de concessão de créditos certificadas pelo Banco de Portugal.

Não arrisque, evite pedir empréstimos a agiotas.

Por fim, apenas solicite um crédito se realmente precisar. E se o fizer peça sempre o mínimo possível.

Procura financeiras em Portugal que ofereçam crédito com prazos de pagamento alargados até 120 meses? Então, leia o nosso artigo “Crédito Pessoal 120 Meses – É Possível? Onde Pedir?“.

Não se esqueça que pedir ao pedir um crédito ficará com uma dívida a ser paga à instituição que selecionar.

Assim, recomendamos que, analise atentamente as instituições com melhor crédito pessoal em Portugal. Tenha em atenção as diferentes taxas de juro, os montantes máximos de financiamento, comissões aplicadas e até mesmo os requisitos de cada uma – até encontrar a solução ideal para os seus problemas.