Instituições de Crédito

Empresas privadas de concessão de crédito: o que precisa de saber

empresas privadas de concessão de crédito
: o Portal do Crédito não publica artigos patrocinados. O nosso conteúdo é independente e não favorece nenhuma entidade em particular.

Além dos bancos, existem em Portugal diversas entidades financeiras habilitadas a conceder crédito. Entre elas, as empresas privadas de concessão de crédito.


Comparador de Crédito

Simule sem compromissos e conheça a melhor solução de crédito para o seu pedido.

SIMULAR AGORA

Estas empresas, que devem estar autorizadas pelo Banco de Portugal a exercer atividade, concedem diversos tipos de crédito – sendo os mais comuns aqueles que não implicam valores elevados (como o crédito pessoal, cartões de crédito ou o crédito automóvel).

Entidades autorizadas pelo Banco de Portugal

De acordo com o Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras (RGICSF), as instituições financeiras podem ser divididas em dois grupos distintos: instituições de crédito e sociedades financeiras.

As instituições de crédito são empresas que recebem depósitos e outros fundos reembolsáveis do público e concedem crédito por conta própria.

Enquanto os bancos podem praticar todo o tipo de operações autorizadas às instituições de crédito, as restantes instituições de crédito só podem exercer as atividades e praticar as operações permitidas pelas normas legais e regulamentares que regem a sua atividade.

Já as sociedades financeiras são aquelas que têm como atividades principal:

  • Operações de crédito;
  • Emissão e gestão de meios de pagamento alternativos;
  • Participação nos mercados interbancários;
  • Serviços correlativos, emissão e colocação de valores mobiliários;
  • Prestação de serviços no âmbito da gestão de carteira de valores mobiliários;
  • Transação de instrumentos do mercado cambial e monetário, opções, taxas de juro, divisas, valores mobiliários, instrumentos financeiros a prazo, entre outros.

informar sobre solucoes credito

Tipos de instituições de crédito

As instituições de crédito são entidades habilitadas para a receção de depósitos ou de outros fundos reembolsáveis, que serão depois aplicados na concessão de empréstimos a cidadãos. Assim sendo, estes são alguns exemplos de instituições de crédito:

  • Os bancos;
  • As caixas económicas;
  • A Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo e as caixas de crédito agrícola mútuo;
  • As instituições financeiras de crédito;
  • As instituições de crédito hipotecário;
  • Instituições de moeda eletrónica.

Tipo de sociedades financeiras

São sociedades financeiras as empresas de investimento e as instituições financeiras, com exceção das sociedades gestoras de participações sociais sujeitas à supervisão do Banco de Portugal. Assim sendo, estes são alguns exemplos de sociedades financeiras.

Empresas de investimento:

  • Sociedades financeiras de corretagem;
  • Sociedades gestoras de patrimónios;
  • Sociedades mediadoras dos mercados monetários ou de câmbios.

Instituições financeiras:

  • Sociedades financeiras de crédito;
  • Sociedades de investimento;
  • Sociedades de garantia mútua;
  • As sociedades de locação financeira;
  • As sociedades de factoring;
  • As sociedades gestoras de fundos de investimento;
  • As sociedades de desenvolvimento regional;
  • As agências de câmbios;
  • As sociedades gestoras de fundos de titularização de créditos;
  • As sociedades financeiras de microcrédito.

Para não induzir os cidadãos em erro, somente as instituições de crédito e as sociedades financeiras poderão incluir na sua firma ou denominação expressões como “banco”, “banqueiro”, “de crédito”, “de depósitos”, “locação financeira”, “leasing” e “factoring“.

Isto significa que apenas as instituições de crédito e determinadas sociedades financeiras podem efetuar, a título profissional, operações de crédito, incluindo concessão de garantias e outros compromissos, locação financeira e factoring.

homem escolher cartao de credito

Empresas privadas de concessão de crédito

Antes de contratar um produto ou serviço financeiro, o cliente bancário deve certificar-se de que as empresas privadas de concessão de crédito – quer sejam instituições de crédito ou sociedades financeiras – estão registadas no Banco de Portugal e de que podem exercer a atividade em causa.

Apresentamos alguns exemplos dessas empresas autorizadas:

1. Cofidis

Há mais de 20 anos em Portugal, a Cofidis é uma das empresas privadas de concessão de crédito e tem vindo a conquistar uma posição de referência na venda e gestão de crédito a particulares. Tanto é assim que a financeira foi eleita “Escolha do Consumidor 2018”, na categoria “Empresas de Crédito ao Consumo”, conquistando esta distinção pelo 6º ano consecutivo.

Em termos de soluções de crédito a empresa oferece os seguintes produtos:

  • Linhas de Crédito
  • Crédito Pessoal
  • Cartão de Crédito
  • Crédito Automóvel
  • Crédito Pessoal Lar e Recheio
  • Crédito Pessoal Formação
  • Crédito Consolidado

2. Credibom

O Banco Credibom integra um dos maiores grupos especializados no crédito ao consumo, o Grupo Crédit Agricole, S.A.. Comercializa diversos tipos de crédito.

3. Cetelem

Em Portugal desde 1993, a Cetelem é uma financeira sobre a alçada do Banco BNP Paribas Personal Finance e está presente em 30 países de 4 continentes. Em termos de soluções de crédito oferece os seguintes produtos:

  • Crédito Pessoal
  • Cartão de Crédito
  • Soluções Automóvel
  • Crédito Consolidado
  • Seguros

No que diz respeito ao crédito pessoal, a Cetelem tem um leque de soluções de financiamento para finalidades distintas, oferecendo taxas de juro e uma prestação mensal fixas. Além disso, os créditos podem ser solicitados online ou por telefone e, se aprovados, a liquidez é garantida num prazo de 48 horas.

4. Unibanco

O Unibanco, mais uma das empresas privadas de concessão de crédito, oferece diversos produtos de crédito, que são destinados tanto a particulares como a empresas.

Como escolher entre as empresas privadas de concessão de crédito

Antes de contratar um crédito, aconselhamo-lo a fazer simulações e para isso pode usar o nosso simulador de crédito. E porquê? Para conseguir perceber qual o crédito que melhor se adequa às suas necessidades e, claro, aquele que apresenta condições mais competitivas.

Este processo é simples e rápido e, se o fizer, ficará a perceber melhor o valor das taxas de juro que se estão a praticar no mercado para este tipo de crédito. Além disso, permitir-lhe-á poupar alguns euros.

Artigos relacionados

Se tiver alguma dúvida ou questão, fale connosco pelo Messenger