Crédito Pessoal

Crédito pessoal para férias: ajudamos a simular, comparar e poupar

credito pessoal pata férias
: o Portal do Crédito não publica artigos patrocinados. O nosso conteúdo é independente e não favorece nenhuma entidade em particular.

Sente que chegou o momento certo para fazer aquela viagem de sonho, mas ainda não tem o capital ou a almofada financeira para o concretizar. Para ultrapassar este constrangimento, pode sempre recorrer a um crédito pessoal para férias.


Comparador de Crédito

Simule sem compromissos e conheça a melhor solução de crédito para o seu pedido.

SIMULAR AGORA

Esta solução não tem que ser justificada em termos de finalidade, pois o objetivo deste tipo de empréstimo é, precisamente, satisfazer necessidades pessoais. Porém, há vantagens em pedir um crédito pessoal para férias do que um crédito sem finalidade.

Antes de analisarmos essas vantagens, importa recordar que os créditos são ferramentas financeiras que, quando bem geridas, podem promover a estabilidade das suas finanças pessoais. Disciplina, organização e foco no investimento são algumas das competências a desenvolver.

Crédito pessoal para férias: simule, compare e poupe

Nos dias que correm, pedir um crédito pessoal é uma prática bastante comum, sobretudo devido à facilidade burocrática do processo, aos prazos de aprovação ou mesmo à possibilidade de ser solicitado online.

Importa, ainda assim, certificar-se de que fez de tudo para conseguir um crédito pessoal para férias mais barato, de forma a poder usufruir de financiamento ao mesmo tempo que poupa algumas dezenas de euros na prestação mensal.

Analise todas as ofertas de mercado para, assim, escolher o crédito que mais se adapta às suas necessidades e, claro, que lhe ofereça as melhores condições.

O nosso simulador visa identificar a entidade com as melhores condições de crédito pessoal para si, de acordo com as suas necessidades e características do seu perfil. Tem acesso, em tempo real, às taxas de juro e condições das várias entidades de financiamento em Portugal.

Todos os bancos oferecem crédito pessoal para férias?

Nem todas as entidades bancárias oferecem crédito para este fim específico, mas isto não significa que não possa contratar um crédito para esta finalidade.

O que é significativo, contudo, é que ao escolher a opção para férias, as entidades bancárias podem oferecer condições mais vantajosas quando comparadas com as de um crédito sem finalidade.

Isto porque um crédito pessoal para férias é, por norma, relativo a um montante reduzido e com um prazo de pagamento curto. Mas, neste cenário, importa ainda analisar a taxa de juro que vai pagar pelo financiamento.

casal a analisar crédito

Fatores a ter em consideração na escolha do crédito

Visto que o seu objetivo principal é encontrar o crédito mais barato deverá, em primeiro lugar, informar-se convenientemente sobre as condições associadas ao empréstimo que pretende contratar. Referimo-nos sobretudo à Taxa Anual Efectiva (TAEG), que representa o custo total do crédito pessoal.

A este respeito, é importante que saiba que para conhecer o custo do empréstimo, as instituições de crédito têm de apresentar:

Taxa de Juro Anual Nominal (TAN)

A taxa de juro anual nominal (TAN) representa o custo associado aos juros do empréstimo.

Taxa Anual de Encargos Efetiva Global (TAEG)

Esta taxa engloba a TAN e todos os encargos associados ao empréstimo, sendo que varia de instituição para instituição. Portanto, é essencial que identifique a mais vantajosa do mercado para o valor que irá contratar, bem como para o prazo de pagamento.

Custos incluídos na TAEG:

  • Juros
  • Comissões
  • Impostos
  • Seguros obrigatórios para o pedido de crédito
  • Comissões de manutenção de contas bancárias
  • Outras despesas associadas ao contrato de crédito

Custos não incluídos na TAEG:

  • Valores a pagar caso o cliente entre em incumprimento das obrigações previstas no contrato
  • Comissões de reembolso antecipado do crédito
  • Custos do notário

Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC)

O montante total imputado ao consumidor (MTIC) corresponde ao valor global que pagará pelo empréstimo. Isto é, a soma do montante do empréstimo e dos custos com juros, comissões, impostos, seguros e outros encargos.

Nota importante: na prática, a TAEG e o MTIC, ao refletirem os custos totais do crédito, são os principais fatores a ter em consideração no momento de comparação de diferentes propostas de crédito.

Todas estas informações devem constar da Ficha de Informação Normalizada (FINE) que as instituições são obrigadas a disponibilizar.

Documentação necessária para pedir crédito pessoal para férias

Depois de escolher a melhor proposta de crédito pessoal para férias, no momento de se dirigir à entidade bancária, importa fazer-se acompanhar da seguinte documentação:

  • Cartão de Cidadão;
  • Comprovativo de morada, que pode ser, por exemplo, uma fatura de água, luz, gás;
  • Comprovativo de rendimentos: no caso dos trabalhadores por conta de outrem, podem ser recibos de vencimento dos últimos meses. No caso de ser trabalhador por conta própria, a última declaração de IRS;
  • Comprovativo de IBAN.

A instituição que lhe concederá o crédito poderá ainda exigir outra documentação para além da listada.

Artigos relacionados

Se tiver alguma dúvida ou questão, fale connosco pelo Messenger
Viviane Soares
Viviane Soares é redatora e editora, com mais de três anos de experiência na escrita de artigos de finanças pessoais. No Portal do Crédito, tem como principal objetivo disponibilizar a melhor informação sobre financiamento, de forma prática e acessível.