VoltarTodos os artigos
Inês Pereira
Revisto por Inês Pereira
Inês Pereira

Licenciada em Jornalismo e com experiência em temas sobre finanças pessoais. Como redatora no Portal do Crédito, utilizo a minha experiência nesta área para ajudar esclarecer as dúvidas dos leitores no que ao crédito diz respeito. O meu objetivo é que encontrem sempre as melhores soluções.

Consequências de Não Pagar Cartão de Crédito: Saiba Evitar

saber consequências de não pagar cartão de crédito

O cartão de crédito é das formas de crédito ao consumo mais fáceis de obter ou não fosse oferecido pela maioria das entidades bancárias quando abrimos uma conta. 

Por esta razão, é também muito utilizada pelos portugueses. No entanto, são cada vez mais as situações de cartões de crédito com mensalidades atrasadas. 

As consequências de não pagar cartão de crédito são várias e podem impactar a sua saúde financeira a longo prazo.

A boa notícia é que existem soluções, como o crédito consolidado, que lhe poderão trazer uma nova lufada de ar fresco e ajudar a equilibrar as contas.

Juntar Créditos
Poupe Nos Seus Créditos
Juntar Créditos Num Único Contrato
Redução de Encargos Até 60%
Possibilidade de Financiamento Extra
Selecionar Finalidade
Montante Em Dívida

Já todos ouvimos histórias sobre não pagar as dívidas do cartão de crédito a tempo e horas. Mas quais são efetivamente as consequências de não pagar cartão de crédito?

Importa aqui saber se o valor em dívida é a totalidade do crédito do cartão ou se em causa está apenas um atraso no pagamento. Existem diferenças e convém percebê-las:

  • Quando existem prestações em atraso, estas começam a sofrer o efeito de juros de mora. Ou seja, juros pelo tempo que o cliente está em falta com o pagamento. Isto faz com que a dívida cresça e cresça até que a situação seja regularizada;
  • Se nunca pagou nenhuma parcela da sua dívida à entidade bancária que lhe forneceu o cartão de crédito, poderá já estar perante uma situação de incumprimento. Nesse caso, deverá saldar a sua dívida o quanto antes para evitar que o Banco de Portugal coloque o seu nome na Lista Negra. De outra forma, terá sérias dificuldades em obter futuros empréstimos e ficará com a sua credibilidade fragilizada junto das entidades bancárias.
Sabia Que?

Os cartões de crédito são responsáveis por cerca de 50% das situações de sobre-endividamento em Portugal.

Parcelar as compras e pagá-las apenas no mês seguinte pode ser algo muito tentador, mas rapidamente se pode tornar uma prisão se deixarmos que as dívidas se acumulem. 

Saldar a dívida do cartão de crédito deve ser uma prioridade, pois é um produto financeiro que acarreta taxas de juro muito altas e outros encargos, como comissões para levantamento de dinheiro – o chamado cash-advance

Perante esta situação, e para evitar as consequências de não pagar cartão de crédito, já considerou optar por consolidar todos os seus créditos e, assim, acabar com as dívidas?

Um crédito consolidado permite ao cliente juntar, dentro do mesmo contrato de crédito, todos os seus financiamentos. Desta forma, passa a ter um único empréstimo que pagará numa só prestação mensal, afeta a uma única taxa de juro. 

Para optar por um crédito consolidado não poderá encontrar-se já em situação de incumprimento, pois muitas entidades bancárias não o permitirão.

A grande vantagem desta solução é a poupança mensal que pode obter, uma vez que, na maioria dos casos, se consegue uma taxa de juro mais baixa do que a dos cartões de crédito.

Além disso, tendo um novo prazo de maturidade, acabará também por conseguir um valor mais baixo para a sua prestação mensal. 

Prevenir é realmente melhor do que remediar e ter de lidar com as consequências de não pagar cartão de crédito a tempo.

Juntar Créditos
Poupe Nos Seus Créditos
Juntar Créditos Num Único Contrato
Redução de Encargos Até 60%
Possibilidade de Financiamento Extra
Selecionar Finalidade
Montante Em Dívida
utilizar de forma responsável para evitar consequências de não pagar cartão de crédito

Para o auxiliar a evitar as consequências de não pagar cartão de crédito, deixamos-lhe alguns conselhos que o ajudarão daqui em diante – a si e à sua carteira.

Não utilize o cartão de crédito como meio de atingir um estilo de vida que o seu salário não consegue acompanhar.

Isto é meio caminho para se exceder e acabar a ter de lidar com as consequências de não pagar cartão de crédito.

Idealmente, não deverá utilizar o cartão de crédito como o seu método de pagamento de eleição.

Recorra a esta forma de crédito apenas quando for estritamente necessário e para compras imprescindíveis.

Evite pagar apenas o montante mínimo do seu cartão de crédito. Ao acumular dívida, os juros irão fazer com que o “bolo total” cresça de mês para mês

Se não conseguir pagar 100% da sua dívida mensal, pague mais do que o mínimo sempre que possível.

Este é um dos erros mais comuns dos portugueses quando procuram evitar as consequências de não pagar cartão de crédito.

Poderá estar a usar um cartão com taxa de juro superior à do cartão que estará a ser pago.

Mas pagar um cartão de crédito com outro irá apenas tapar o sol com a peneira. A verdade é que não estará, de facto, a corrigir o problema, uma vez que está a criar uma nova dívida.

Tal como num crédito pessoal, não deve pedir mais do que o montante de que precisa.

Desta forma. evitará uma falsa sensação de disponibilidade financeira que o pode conduzir a compras supérfluas ou fora do seu orçamento.

Defina um limite de gastos máximo que poderá fazer com o seu cartão de crédito numa base mensal, independentemente do plafond estabelecido.

Isto ajudará a não ultrapassar o seu orçamento com só mais uma compra aqui e outra ali e a evitar o risco de consequências de não pagar cartão de crédito.

Se está a recorrer ao cartão de crédito para financiar o restauro da sua habitação ou para comprar um carro, poderá não estar a fazer a melhor escolha financeira à sua disposição.

Como já referimos, estes são os produtos financeiros com as taxas de juro mais altas no mercado, pelo que acabará por pagar bem mais do que necessita para o mesmo efeito. 

Ou seja, o risco de ter de enfrentar as consequências de não pagar cartão de crédito torna-se muito maior.

Em alternativa, um crédito pessoal poderá ser a solução mais adequada para si. Estes créditos dão a possibilidade de escolher a finalidade que mais se adequa ao seu caso e, assim, conseguir condições adaptadas e mais vantajosas.

Os créditos pessoais têm taxas de juro mais baixas do que os cartões de crédito.

Adicionalmente, o prazo de reembolso destes créditos é mais alargado.

Tal como acontece com um cartão, pode tratar do pedido online. Além disso, tem à disposição a hipótese de recorrer a um intermediário de crédito, que pode ajudar em todo o processo.

Juntar Créditos e Poupar
Melhor Crédito Pessoal
Comparação de +10 Bancos
Grátis e Sem Compromisso
Apoio Personalizado
Escolher Finalidade
  • Despesas Gerais
  • Obras
  • Decoração
  • Eletrodomésticos e Tecnologia
  • Formação
  • Férias
  • Pagar Créditos
  • Outros
Montante

Ter cartão de crédito pode ser uma grande ajuda quando surge a necessidade de adquirir um bem ou serviço imprescindível e pelo qual não pode esperar.

No entanto, é necessário que faça um uso responsável desta forma de financiamento. De outra forma, esteja ciente que terá de lidar com as consequências de não pagar cartão de crédito.

Não deixe que as prestações do cartão de crédito se atrasem pois estará a fazer crescer a sua dívida com juros de mora e outros possíveis encargos.

Faça sua prioridade aplicar estratégias para pagar a dívida atempadamente e para lá do montante mínimo necessário.

Isto será fundamental para evitar as consequências de não pagar cartão de crédito.

Se ainda não se encontra numa situação de incumprimento, considere optar por um crédito consolidado. Poderá ser a solução ideal para quem procura algum desafogo no orçamento mensal. 

Em alternativa ao cartão, poderá ser-lhe mais vantajoso optar por um empréstimo pessoal. As taxas de juro são mais simpáticas e terá finalidades adequadas a diferentes cenários.

Perguntas Frequentes

Quais as consequências de não pagar cartão de crédito?

Quando existem prestações em atraso, terá de enfrentar os juros de mora. Isto faz com que a dívida cresça até ser regularizada. 

Caso nunca tenha pago qualquer parcela da dívida, pode estar perante uma situação de incumprimento. 

Como pagar cartão de crédito?

Se quer evitar as consequências de não pagar cartão de crédito e saldar as suas dívidas, saiba que existem formas de resolver o problema.

Pode optar por um crédito consolidado e juntar o cartão de crédito a outros financiamentos, ajustando a taxa de juro e o prazo de pagamento.