Crédito Pessoal

Crédito pessoal para comprar carro usado: vantagens e desvantagens

crédito pessoal para comprar carro
: o Portal do Crédito não publica artigos patrocinados. O nosso conteúdo é independente e não favorece nenhuma entidade em particular.

Por norma, os bancos não concedem crédito automóvel com reserva de propriedade para comprar carros que não sejam novos, razão pela qual recorrer a um crédito pessoal para comprar carro usado pode ser uma boa solução, no caso de estar a pensar nisso.


Comparador de Crédito

Simule sem compromissos e conheça a melhor solução de crédito para o seu pedido.

SIMULAR AGORA

A reserva de propriedade significa que, em caso de incumprimento por parte do cliente, o banco pode ficar com o ativo, isto é, com o carro. Na prática, quando se faz um crédito automóvel com reserva de propriedade o veículo é dado como uma garantia ao banco.

Já no crédito pessoal com a finalidade automóvel não se exige a reserva de propriedade, sendo ainda possível comprar o automóvel com financiamento total. Porém, sem a reserva de propriedade prepare-se para o banco ou outra qualquer instituição financeira aplicar uma taxa de juro mais elevada.

Crédito pessoal para comprar carro: vantagens e desvantagens

Começando pelos vantagens do crédito pessoal para comprar carro, é de voltar a sublinhar o facto do financiamento ser de 100%, isto é, de lhe ser emprestado o valor total da viatura.

Além disso, se quiser, eventualmente, vender o carro, poderá fazê-lo sem quaisquer problemas, uma vez que não existe reserva de propriedade por parte da instituição financeira.

Desde que possua um bom historial de cumprimento de outros créditos, este é um tipo de crédito bastante fácil de conseguir, sendo que existe uma grande flexibilidade nos prazos de pagamento.

Já no que diz respeito às desvantagens, e uma vez que não existe reserva de propriedade, é natural que as taxas de juro sejam um pouco mais elevadas do que as que teria se recorresse a um crédito automóvel.

Quais as taxas a ter em consideração na escolha do crédito pessoal?

Se já decidiu recorrer ao crédito pessoal para comprar carro, agora há que analisar um conjunto de questões para escolher o financiamento com menos custos para a sua carteira.

Em primeiro lugar, analise todas as ofertas de mercado para, assim, escolher o crédito que mais se adapta às suas necessidades e, claro, que lhe ofereça as melhores condições.

O nosso simulador visa identificar a entidade com as melhores condições de crédito pessoal para si, de acordo com as suas necessidades e características do seu perfil. Tem acesso, em tempo real, às taxas de juro e condições das várias entidades de financiamento em Portugal.

Nesse processo há que analisar a TAEG e o MTIC, os principais fatores a considerar no momento de comparação de diferentes propostas de crédito – pois refletem os custos totais do crédito.

Assim sendo, as instituições financeiras, deverão, obrigatoriamente, apresentar-lhe os seguintes elementos (os quais devem constar da Ficha de Informação Normalizada):

Taxa de Juro Anual Nominal (TAN)

A taxa de juro anual nominal (TAN) representa o custo associado aos juros do empréstimo.

Taxa anual de encargos efetiva global (TAEG)

Esta taxa engloba a TAN e todos os encargos associados ao empréstimo, sendo que varia de instituição para instituição. Portanto, é essencial que identifique a mais vantajosa do mercado para o valor que irá contratar, bem como para o prazo de pagamento.

Custos incluídos na TAEG:

  • Juros
  • Comissões
  • Impostos
  • Seguros obrigatórios para o pedido de crédito
  • Comissões de manutenção de contas bancárias
  • Outras despesas associadas ao contrato de crédito

Custos não incluídos na TAEG:

  • Valores a pagar caso o cliente entre em incumprimento das obrigações previstas no contrato
  • Comissões de reembolso antecipado do crédito
  • Custos do notário

Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC)

O Montante Total Imputado ao Consumidor (MTIC) corresponde ao valor global que pagará pelo empréstimo. Isto é, a soma do montante do empréstimo e dos custos com juros, comissões, impostos, seguros e outros encargos.

contratar credito auto

Exemplos concretos de crédito para comprar carro

Selecionamos três instituições financeiras com a seguinte oferta: um crédito pessoal para comprar carro no valor de 20.000€, com um prazo de pagamento de 72 meses. Obtivemos os seguintes resultados:

Crédito automóvel Credibom

TAN: 7,05%
TAEG: 8,93 %
MTIC: 25.482,96€

Prestação mensal: 344,18€.

Crédito automóvel Cofidis

TAN: 10%
TAEG: 11,9 %
MTIC: 27.449,04€

Prestação mensal: 374,57€.

Crédito automóvel Cetelem

TAN: 7,40%
TAEG: 9,1 %
MTIC: 25.625,28€

Prestação mensal: 347,74€.

Todos os meses, analisamos as condições oferecidas pelas várias instituições financeiras e entidades bancárias e revelamos o melhor crédito pessoal. Confira o nosso artigo.

Cuidados a ter

Tínhamos referido que no crédito pessoal para comprar carro, os prazos de pagamento são flexíveis, podendo, assim, ajustar às exigências do seu orçamento mensal. Porém, há que ter em consideração que se optar por um prazo de pagamento curto, menor será o custo total do crédito.

Analise, por isso, a sua taxa de esforço e escolha a opção mais apropriada às suas necessidades.

Além disso, e atendendo ao facto de haver uma grande oferta de crédito pessoal no mercado, tente sempre negociar as comissões de abertura de processo ou de manutenção e não aceite os primeiros números que lhe apresentarem.

Artigos relacionados

Se tiver alguma dúvida ou questão, fale connosco pelo Messenger
Viviane Soares
Viviane Soares é redatora e editora, com mais de três anos de experiência na escrita de artigos de finanças pessoais. No Portal do Crédito, tem como principal objetivo disponibilizar a melhor informação sobre financiamento, de forma prática e acessível.